“Isti sunt sancti Patres tui verique Pastores” “Estes são os vossos Pais e verdadeiros Pastores” Não foram poucos ou de exígua fama os que dos Apóstolos Pedro e Paulo cantaram os labores e louvaram os feitos. Dentre os quais conta-se nas primeiras fileiras São Leão Magno que, tão afim do múnus Apostólico e do ônus […]
" /> Festa dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo

Festa dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo

“Isti sunt sancti Patres tui verique Pastores”

“Estes são os vossos Pais e verdadeiros Pastores”

Não foram poucos ou de exígua fama os que dos Apóstolos Pedro e Paulo cantaram os labores e louvaram os feitos. Dentre os quais conta-se nas primeiras fileiras São Leão Magno que, tão afim do múnus Apostólico e do ônus do Ministério Petrino, louvou-os em seu claríssimo sermão para a Festa dos mesmos com singular eloquência de palavras e fervor de ânimo. Não sem razão, este texto, que encontra-se nas leituras de Matinas do Breviário Romano, é uma das joias da literatura latina, seja pela elegante disposição de ideias, palavras e períodos, seja pela facúndia e vivacidade do pregador.

Havemos por bem reproduzir o início do sermão com uma versão em vernáculo, que não tem nenhuma pretensão senão aquela de todas as traduções, a saber, dar uma ideia do conteúdo.

Santos Pedro e Paulo, Rogai por nós!

Omnium quidem sanctarum solemnitatum, dilectissimi, totus mundus est particeps, et unius fidei pietas exigit ut quidquid pro salute universorum gestum recolitur, communibus ubique gaudiis celebretur.

Verumtamen hodierna festivitas, praeter illam reverentiam quam toto terrarum orbe promeruit, speciali et própria nostrae Urbis exsultatione veneranda est: ut ubi praecipuorum apostolorum glorificatus est exitus, ibi in die martyrii eorum sit laetitiae principatus.

Isti enim sunt viri per quos tibi Evangelium Christi, Roma, resplenduit; et quae eras magistra erroris, facta es discipula veritatis. Isti sunt sancti patres tui verique pastores, qui te regnis caelestibus inserendam multo melius multoque felicius condiderunt, quam illi quorum studio prima moenium tuorum fundamenta locata sunt: ex quibus is qui tibi nomen dedit fraterna te caede foedavit. Isti sunt qui te ad hanc gloriam provexerunt, ut gens sancta, populus electus, civitas sacerdotalis et regia, per sacram Petri sedem caput orbis effecta, latius praesideres religione divina quam dominatione terrana.

Quamvis enim multis aucta vicoriis jus imperii tui terra marique protuleris, minus tamen est quod tibi bellicus labor subdidit quam quod pax Christiana subjecit.

Amados, o mundo inteiro faz-se partícipe de todas as santas solenidades, além do que, a piedade fundada em uma só fé impele para que todo feito recordado em função da salvação de todos seja universalmente celebrado com igual alegria.

Todavia, a festa de hoje, além daquela reverência que fez-se merecer em toda terra, com especial e singular exaltação é venerada em nossa Urbe: de modo que no lugar onde foi glorificado o êxito dos maiores Apóstolos haja, no dia do martírio dos mesmos, o principado da alegria.

Estes são os varões pelos quais o Evangelho de Cristo brilhou-vos, ó Roma; e vós que éreis do erro mestra, tornastes discípula da Verdade. Estes são os vossos pais santos e verdadeiros pastores que, afim de vos inserir no Reino dos Céus, vos fundaram de modo excelente e mais felizmente do que aqueles por cujo trabalho foram lançados os vossos primeiros fundamentos; dos quais, aquele que vos deu o nome maculou-vos com um fratricídio¹. Estes (Pedro e Paulo) são os que vos conduziram a tal glória para que, uma vez tornada gente santa, povo eleito, régia cidade sacerdotal e feita cabeça do universo pela santa Sé de Pedro, governastes mais extensamente pela divina religião do que pela dominação terrena.

Embora estendestes por virtude de muitos feitos os domínios de seu império tanto na terra quanto no mar, contudo, menor é o que vos submeteu a peleja belicosa do que o que vos sujeitou a paz cristã.

 Nota ¹: refere-se aqui aos irmãos Rômulo e Remo que segundo a tradição romana haviam 
fundado a cidade, após o que, Rômulo, que deu o nome à cidade de Roma, matou seu irmão Remo.

camera-1085705_960_720 (Copy)Clique Aqui para ver as fotos da festa no Seminário

 

 

Deixe seu Comentário


Todos os direitos reservados : Trinity Web