“Compreendi que o amor abrange todas as vocações, alcançando todos os tempos e todos os lugares”. Santa Teresinha Em honra de Santa Teresinha, que no calendário do Rito Extraordinário, comemora-se no dia 3 de outubro. A Paróquia de Nossa Senhora do Rosário de Fátima e São Geraldo, para honrar este grande dia, promoveu um amanhecer […]
" /> Festa de Santa Teresinha do Menino Jesus

Festa de Santa Teresinha do Menino Jesus

“Compreendi que o amor abrange todas as vocações, alcançando todos os tempos e todos os lugares”. Santa Teresinha

Em honra de Santa Teresinha, que no calendário do Rito Extraordinário, comemora-se no dia 3 de outubro. A Paróquia de Nossa Senhora do Rosário de Fátima e São Geraldo, para honrar este grande dia, promoveu um amanhecer teresiano, que aconteceu neste final de semana passada. Evento este que acontece anualmente na proximidade da festa de Santa Teresinha.

De manhã, os fiéis da paróquia junto com seu pároco, saiu pelas ruas da cidade de Itaperuna distribuindo rosas. Pela tarde, às 17h ocorreu a Santa Missa celebrada pelo rev.mo Padre Geraldo Gualandi, pároco. Em seguida, teve a procissão com queima de fogos, benção e distribuição das rosas.

Santa Teresinha é a Padroeira da Catequese e da Escola da paróquia.

 

UM POUCO DE HISTÓRIA

Santa Teresinha do Menino Jesus.

Santa Teresinha nasceu em Alençon (França) em 1873 e morreu no ano de 1897. Santa Teresinha não só descobriu que no coração da Igreja sua vocação era o amor, como também sabia que o seu coração – e o de todos nós – foi feito para amar. Nascida de família modesta e temente a Deus, seus pais (Luís e Zélia) tiveram oito filhos antes da caçula Teresa: quatro morreram com pouca idade, restando em vida as quatro irmãs da santa (Maria, Paulina, Leônia e Celina). Teresinha entrou com 15 anos no Mosteiro das Carmelitas em Lisieux, com a autorização do Papa Leão XIII. Sua vida se passou na humildade, simplicidade e confiança plena em Deus.

Todos os gestos e sacrifícios, do menor ao maior, oferecia a Deus pela salvação das almas e na intenção da Igreja. Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face esteve como criança para o Pai, livre, igual a um brinquedo aos cuidados do Menino Jesus e, tomada pelo Espírito de amor, que a ensinou um lindo e possível caminho de santidade: infância espiritual.

O mais profundo desejo do coração de Teresinha era ter sido missionária “desde a criação do mundo até a consumação dos séculos”. Sua vida nos deixou como proposta, selada na autobiografia “História de uma alma” e, como intercessora dos missionários sacerdotes e pecadores que não conheciam a Jesus, continua ainda hoje, vivendo o Céu, fazendo o bem aos da terra.

Morreu de tuberculose, com apenas 24 anos, no dia 30 de setembro de 1897 dizendo suas últimas palavras: “Oh!…amo-O. Deus meu,…amo-Vos!”

Foi beatificada em 1923, a canonização em 1925 e declarada “Patrona Universal das Missões Católicas” em 1927, atos do Papa Pio XI. E a 19 de outubro de 1997, o Papa João Paulo II proclamou Santa Teresa do Menino Jesus e da Sagrada Face doutora da Igreja.

Santa Teresinha do Menino Jesus, rogai por nós!

Deixe seu Comentário


Todos os direitos reservados : Trinity Web