Minha maior experiência com Maria foi no meu nascimento. Minha mãe já tinha perdido três gestações. A minha gestação estava em perigo. Aos sete meses veio o parto de risco. Minha mãe, sem forças, e me vendo inânime, disse: Nossa Senhora, não tenho forças. Cuida dele para mim! Em seguida, ela me viu corar e […]
" /> Nossa Senhora, não tenho forças

Nossa Senhora, não tenho forças

Minha maior experiência com Maria foi no meu nascimento.

Minha mãe já tinha perdido três gestações. A minha gestação estava em perigo. Aos sete meses veio o parto de risco. Minha mãe, sem forças, e me vendo inânime, disse: Nossa Senhora, não tenho forças. Cuida dele para mim! Em seguida, ela me viu corar e reagir bem. Ela também se reanimou.

Este fato, minha mãe narrou-me com detalhes somente após minha ordenação sacerdotal.

Foi forte a devoção mariana do terço diário em casa e na paróquia.

Depois, no seminário salesiano, aos onze anos, foram muitas as expressões marianas, do terço diário, dos sábados, do mês de maio com tantas iniciativas marianas… Maria se fez presente nas saudades que tinha de casa, nos desafios a enfrentar…

Como bispo, hoje, as evidências marianas são diárias. Com o povo, destaco a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida com tantas graças e milagres que assisto.

Como confiei a Ela a Diocese de São Luiz de Cáceres, no Mato Grosso, hoje entrego também a Diocese de São João da Boa Vista, em São Paulo, que assumi no dia 20 de novembro de 2016.

Resultado de imagem para Dom Antônio Emídio Vilar, SDB

Dom Antônio Emídio Vilar, SDB
Bispo de São João da Boa Vista, em São Paulo

 

Deixe seu Comentário


Todos os direitos reservados : Trinity Web